quarta-feira, 4 de junho de 2008

A Linha da Vida

Um dia alguém disse que a linha da vida oscila entre altos e baixos, como naqueles aparelhinhos usados nas UTI’S hospitalares. Há momentos que experimentamos circunstâncias eminentemente favoráveis, e outros que nos deparamos com situações completamente distintas.

A verdade é que nessa montanha russa da vida, por vezes, somos surpreendidos por fatos que afetam nossas estruturas e que desafiam nossa capacidade de lidar com os mesmos de forma responsável e equilibrada.

Definitivamente, a vida não é um parque de diversões. Aliás, para muitos a vida tem sido um verdadeiro campo de batalha. Um lugar de conflitos e de insegurança.

Não são poucos os que caminham nessa vida como se estivessem pisando num campo minado, amargando na alma a fatal expectativa de que alguma coisa trágica, a qualquer momento, possa acontecer.

A vida pode não ser uma Disneylândia, um lugar de fantasia e de sonhos perfeitos. No entanto, “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações”.(Sl 46:1)

Esta foi uma afirmação dos filhos de Corá e pode ser a nossa também!

O problema é que, na maioria das vezes, não conseguimos perceber a presença de Deus quando estamos em alguma situação adversa. Achamos que tudo oscila juntamente com as nossas emoções, inclusive, Deus.

Diante das dificuldades, temos uma enorme facilidade de tornar pequena a nossa fé. E, como os filhos de Israel, após acamparem-se em Refidim, onde não havia água para o povo beber, murmuramos e questionamos: “Está o Senhor no meio de nós ou não?” (Ex. 17:7).

Talvez com a intenção de enfatizar uma verdade fácil de ser esquecida, os filhos de Corá repetem no versículo onze do salmo 46, exatamente o que já haviam falado no versículo sete: “O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio”.

Sentindo ou não a sua presença, no monte ou nos vales, na alegria ou na dor, a verdade é que Ele não nos deixa sozinhos. Como diz a canção: “És Deus de perto, e não de longe, nunca mudaste, Tu és Fiel”.

PAZ!

4 comentários:

isabela cristina disse...

Amei o texto.Estava precisando ler isso hoje!Obrigada.

Jailson Freire disse...

Deus o abençoe e continue usando a sua vida com palavras como a desse texto.

Luiz Carlos 0053@ disse...

É o poder de Deus usando seu servo para a verdade na fé que muitos presam ter mas quando vem o vento da adversidade balançam.
Deus te abençoe amado de Cristo Jesus.

Anônimo disse...

oi...
eu também sofro de um mal...
muito conhecido,amo e não sou amada,penso que as vezes estou só.
mas vejo e percebo que não só as vezes mas sempre a fé é a unica coisa que nos mantem em pé para lutar e seguir em frente...obrigada